Agora

quarta-feira, 20 de julho de 2011

TRADUTOR DE STALIN MORRE AOS 90 ANOS



Vladimir Yerofeyev, o tradutor pessoal do líder Soviético Josef Stalin depois da II Guerra Mundial, morreu de ataque cardíaco em Moscou nesta última segunda-feira. Ele tinha 90 anos.

Ele será enterrado nesta quinta-feira no Cemitério Vagankovskoye, informou a agência Interfax.

Nascido em Leningrado, Yerofeyev serviu no gabinete central do Ministério Soviético do Exterior em meados de 1940, e foi assistente do colaborador mais próximo de Stalin, Vyacheslav Molotov, de 1949 a 1955.

Durante este período Yerofeyev traduziu para Stalin em suas conversas com líderes franceses, incluindo Chales de Gaulle. Ele também traduziu as cartas de Stalin ao presidente estadunidense Franklin D. Roosevelt e ao primeiro ministro inglês Winston Churchill.

A morte de Stalin em 1953 não impediu a carreira de Yerofeyev de seguir em frente, a qual incluiu cargos nas embaixadas de Senegal e Gabão nos anos 1960 e uma rápida passagem pela UNESCO como secretário-geral de 1970 a 1975.

"Ele era um homem decente, brilhante, maravilhoso", disse Viktor, um dos filhos de Yerofeyev, um proeminente escritor entrevistado pela Interfax na última terça. Em seu romance lançado em 2005, "The good Stalin", Viktor Yerofeyev conta como suas próprias atividades dissidentes nos últimos anos do período soviético atrapalharam a carreira de seu pai.

Com informações de: The Moscow Times




Postar um comentário