sábado, 26 de fevereiro de 2011

Seja um colaborador!





Camaradas.

A comunidade Josef Stálin está à procura de colaboradores que, possam ajudar de forma voluntária, no trabalho tradução de textos de outros idiomas para o português.

Os colaboradores, receberão os respectivos arquivos em formato de arquivos de texto, tais como Doc, ou PDF, para que seja feita a tradução à língua portuguesa.

Se você domina um desses idiomas:

- Espanhol;

- Inglês;

- Russo;

- Francês;

- Alemão;

E é comprometido com a causa revolucionária de Marx, Engels, Lênin e Stálin, ajude-nos a divulgar a verdade dos fatos sobre a história do socialismo, sendo um voluntário nessa causa.

Os camaradas interessados que queiram colaborar nessa causa, que é a divulgação da verdade, sobre o socialismo, entre em contato pelo E-Mail:



Faça uma doação para comunidade Josef Stalin.

Você também pode contribuir fazendo uma doação em  dinheiro.. Todo o dinheiro arrecadado será usado para traduções de livros e textos  de outros idiomas para o português .
















Charles Engels Chaves Moraes
---------------------------------------------------------------------------------
Administrador do Blog -  Comunidade Josef  Stálin

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Khrushchev mentiu(LIED), o livro de Grover Furr agora em inglês


A editora norte-americana Erythors Press and Media, acaba de tirar do prelo a versão em inglês, revisada e estendida, do livro que Grover Furr publicou em russo no ano de 2007, sobre o discurso secreto de Khrushchev, com o título de Khrushchev mentiu, e o subtítulo de evidências de que Todas as 'revelações' sobre Stalin (e Beria) no Infame "Discurso Secreto 'de Nikita Khrushchev ao XX º  Congresso do Partido Comunista da União Soviética em 25 de fevereiro de 1956 são provadamente falsas.

Nota de Erythrós Press and Media sobre Khrushchev mentiu:

Em seu "Discurso Secreto 'de fevereiro de 1956, Nikita Khrushchev acusou Stalin de inúmeros crimes. O discurso de Khrushchev foi um duro golpe do qual nunca se conseguiu recuperar o movimento comunista internacional. Mudou o curso da História.

Grover Furr passou uma década estudando a montanha de documentos antes secretos dos arquivos soviéticos, publicados desde o fim da URSS. Neste detalhado estudo do discurso de Khrushchev revela os surpreendentes resultados de sua pesquisa. Nem uma só 'revelação' de Khrushchev é verdadeira!


O discurso mais influente do século XX, por não dizer de sempre, é uma desonesta fraude? É algo monstruoso, as implicações para a compreensão da história da esquerda são imensas. Baseando seus trabalhos nas mentiras de Khrushchev, historiadores soviéticos e ocidentais, incluindo trotskistas e anticomunistas, falsificaram efetivamente a história soviética.

Praticamente tudo o que pensávamos que sabíamos sobre a época de Stalin é falso. A História da URSS e do movimento comunista do século XX deve ser totalmente reescrita.

Análises e comentários sobre Khrushchev mentiu

"Khrushchev mentiu é um maravilhoso trabalho, formidável na sua investigação e no raciocínio, limpo e preciso em sua redação, e impressionante em suas conclusões e implicações. Revistando fontes antigas e utilizando novos materiais dos arquivos soviéticos, o estudo de Grover Furr exige uma completa revisão da história soviética e da história do socialismo, de fato da história mundial do século XX. "

- Roger Keeran, Empire State College, Autor de Socialism Betrayed: Behind the Collapse of the Soviet Union.

"Grover Furr presta um valioso serviço para o campo dos estudos soviéticos investigar em profundidade o Discurso Secreto de Nikita Khrushchev de 1956 ... Enquanto que algumas das acusações feitas por Khrushchev são rejeitados no Ocidente e na Rússia, por exemplo, a idéia de que o chefe da polícia secreta, Lavrenty Beria, era um agente estrangeiro, muitos outros pontos tratados por Grover Furrer são novos e dignos de muita atenção. "

- Robert W. Thurston, Universidade de Miami; autor de Life and Terror in Stalin's Russia, 1934-1941.

 "Grover Furr escreveu um intrigante livro que desafia a maioria da historiografia existente sobre a época de Stalin. Este livro lança questões e perguntas esquecidas pela maioria dos estudiosos hoje no Ocidente, e faz isso de maneira sóbria e penetrante. Chega a conclusões fascinantes que derrubam boa parte do que nós achavamos que sabia sobre a época de Stalin ... A tradução para o inglês deste trabalho pioneiro, que já causou muito furor em círculos acadêmicos russos, chega com muito atraso."

- Jeff Jones, professor associado de História na Universidade da Carolina do Norte em reensboro; autor de Everday Life and the 'Reconstruction» of Soviet Russia During and After the Great Patriotic War, 1943-1948.

Pedidos aquí: http://www.erythrospress.com/store/furr.html


Estoutras busca colaboradores para traduzir está obra ao galego

Fonte  - ESTOUTRAS




Sobre o Autor


Grover Furr
Grover Furr começou a estudar língua e literatura russa quando era um adolescente e ficou interessado na história soviética cerca de uma década mais tarde. Ele realizou uma ampla pesquisa sobre o período stalinista da história soviética, dentro e fora desde 1970, e intensamente durante a última década. Para ler sua pesquisa, assim como entrevistas em que ele explica a sua investigação mais aprofundada, visitar sua página na internet . Furr leciona no Departamento de Inglês da Montclair State University. Ele tem um Ph.D. em Literatura Medieval Comparada pela Universidade de Princeton.  


As várias cascas da cebola Gorbatchov

Kurt Gossweiler

As várias cascas da cebola Gorbatchov

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Stálin: O mito e a realidade



William B. Bland



Hoje quase todo mundo que se auto-denomina Marxista-Leninista reconhece que, em seus últimos anos, o Partido Comunista da URSS estava dominado pelos revisionistas – isso é, por pessoas que se proclamavam marxista-leninistas mas que tinham na realidade distorcido o Marxismo-Leninismo para servir aos interesses de uma embrionária classe capitalista.

Mas há uma questão, no entanto, em que ainda há divergências: quando começou a dominação dos revisionistas sobre o PCUS?

Atualmente a maioria das pessoas apontam a data do 20º Congresso do PCUS, em 1956, quando Kruschev retirou a sua máscara de Marxista-Leninista.


terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Materialismo dialético e materialismo histórico


Josef Stálin



Stálin combate o culto à personalidade


Josef  Stálin

Esta pequena carta é um exemplo de como o camarada Stalin combatia o chamado "culto à personalidade", mostrando, assim, que todo o prestígio que ele tinha entre o povo era sincero e espontâneo, e não algo promovido por ele.

Carta sobre publicações para crianças, dirigida ao Comitê Central da Juventude Comunista de Toda a União

16 de fevereiro de 1938

Sou absolutamente contra a publicação de "Histórias da infância de Stalin".

O livro abunda de inexatidões de fatos, de alterações, de exageros e louvores imerecidos. Alguns escritores amadores, escrevinhadores (talvez honestos escrevinhadores) e alguns aduladores levaram o autor a perder-se. É uma vergonha para o autor, mas um fato permanece um fato.

Mas isso não é o mais importante. O mais importante reside no fato de que o livro tem uma tendência de gravar nas mentes das crianças soviéticas (e do povo em geral) o culto à personalidade de líderes, de heróis infalíveis. Isso é perigoso e prejudicial. A teoria dos "heróis" e da "multidão" não é Bolchevique, mas uma teoria Social-Revolucionária. Os heróis fazem o povo, tranformam a multidão em povo, assim dizem os Social-Revolucionários. O povo faz os heróis, assim respondem os Bolcheviques aos Social-Revolucionários. O livro joga água no moinho dos Social-Revolucionários. Não interessa que livro traga água ao moinho dos Social-Revolucionários, este livro será afogado na nossa causa comum Bolchevique.

Eu sugiro que este livro seja queimado.


J. Stalin


Voprosy Istorii No. 11, 1953 J. STALIN (Questions of History)

Se encontra no Volume XIV das Obras Completas de J. Stalin.

Tradução de Glauber Ataide


Retirado de: O Marxista-Leninista

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Josef Stálin – O pai dos povos


Josef Stálin


Jossif Vissarionóvich Dzugasvili  Stálin  nasceu em 21 de dezembro de 1879 em Gori, província de Tífilis, Geórgia, região da Transcaucásia. Seu pai, Vissarion Ivanovich era filho de camponês pobre, tornou-se sapateiro autônomo e, depois, operário de uma fábrica de calçados. Sua mãe, Catarina Gueorguievna, filha de servo (camponês pobre).

"Acusações de Kruschev contra Stálin são falsas"

Grover Furr


A Verdade entrevistou, por e-mail, Grover Furr, professor da Universidade Montclair, no Estado de Nova Jersey, EUA, e autor do livro Antistalinskaia Podlost ("A infâmia antistalinista"), lançado recentemente em Moscou, na Rússia. Grover Furr é ph.D. em literatura comparada (medieval) pela Universidade de Princeton, e, desde 1970, ensina na Universidade de Montclair, sendo responsável pelos cursos de Guerra do Vietnã e Literatura de Protesto Social, entre outros. Suas principais áreas de pesquisa são o marxismo, a história da URSS e do movimento comunista internacional e os movimentos políticos e sociais. Nesta entrevista, o professor Grover fala de sua pesquisa e afirma que “60 de 61 acusações que  o primeiro-ministro Nikita Kruschev fez contra Stálin são comprovadamente falsas”.

Documentários e Vídeos

Intelectual da Ucrânia fala sobre as "repressões de Stalin"  ¡Stalin de acero, conciencia del obrero! O nome da Rússia: Stalin, por Valentin Varennikov 

Postagens populares

Seguidores